Segunda-feira, 17 de Abril de 2006

Considerações Gerais

Penso que qualquer pessoa que queira ter canários, ou qualquer outro tipo de ave, quer pelo prazer de ter um pássaro, quer para entrar nas competições, tem de ter muita paciência, e saber antes de mais, observá-los. Tenho 4 neste momento, e já tive mais, e são todos diferentes. Um porque é mais comilão, outro porque só come um ou dois tipos de comida, outro porque é muito mexido, e é preciso saber avaliá-los e conhecê-los. Eles são muito afavéis, e começam a ganhar confiança com a pessoa que mais trata deles, neste caso, eu. No entanto, não têm medo nem dos meus pais, nem da minha irmã ou avó, que também já conhecem, mas se aparecer alguém que não estejam habituados a ver, reajem de imediato com medo e insegurança.

As gaiolas deverão ser espaçosas. Vou muitas vezes à mesma loja de animais e um dia o dono da loja que também tem uma paixão por canários, disse-me que as gaiolas 'devem ter comprimento maior que o comprimento das asas abertas, para eles as abanarem quando sentirem necessidade de esvoaçar'. Uma ave numa gaiola demasiado pequena, é uma ave infeliz. Os gastos com eles não são uma exorbitância mas uma gaiola própria para eles, custa em média entre 15€ e 25€, e é preciso pensar neles quando se adquire uma gaiola. Se vamos adquirir a mais barata, estamos com certeza a adquirir a mais pequena de todas e pode não ser a apropriada para eles. Não aconselho as gaiolas redondas porque dá a sensação que eles precisam de ter pontos de referência e com uma gaiola redonda não o têm. Tenho todas rectangulares, e uma delas é daquelas que tem uma divisória ao meio, própria para colocar por exemplo, um macho e uma fêmea separados antes da procriação, para se conhecerem e criarem relações afectivas. Foi o que fiz com o Coruja, de quem já dei a conhecer, e da Branquita que apresento mais tarde.

São necessários comedouros e bebedouros, e comedouros mais pequenos para as papas, banheiras, baloiços (se a gaiola tiver espaço para um), ninhos quando se deseja fazer criação, medicamentos, areia para o fundo da gaiola e fornecer-lhes uma variedade de alimentação para que cresçam saudáveis. Nunca expô-los a vento, frio e humidade, e nunca ter uma janela aberta directamente sobre eles porque as correntes de ar são o pior. Também não convém expô-los ao sol directo, sendo que aqueles raios solares logo de manhãzinha são o melhor. Nunca esquecer que eles também se constipam, e se a constipação for muito forte, muitas vezes já não se vai a tempo de tratar.

Convém ter sempre uma banheira com água, de preferência daquelas que se adaptam exteriormente à porta, sendo que há produtos para colocar na água do banho e que ajudam depois a que eles alisem as penas com mais facilidade. A água deve ser a que sai da torneira, nem quente nem gelada. Eles têm o costume de ir provar a água do banho, para ver se está boa, são tão giros :), mas esses produtos próprios para a água do banho não lhes fazem mal, e bastam apenas algumas gotas. Tenho os meus junto a grandes janelas, porque eles adoram ver o céu e os outros pássaros que esvoaçam na rua. No inverno, coloco-os na cozinha no fim das refeições, já que o frio e a humidade das varandas e marquises não são benéficos. Isto vale para todas as aves, não apenas para os canários. NUNCA tê-los na cozinha enquanto se faz os cozinhados. Os fumos e vapores fazem-lhes muito mal.

Faço a limpeza das gaiolas uma vez por semana, e desinfecto os comedouros, bebedouros, poleiros, etc, de 15 em 15 dias. Não usar lixívia nem produtos corrosivos, basta lavar os utensílios com água bem quente. Mudar a água do bebedouro todos os dias, e ter sempre comida boa e nova para que eles possam alimentar-se sempre que desejarem. Há uma variedade enorme de comida para eles, mas sobre isso falo mais à frente. Tenho todas as minhas gaiolas penduradas na parede e à altura da minha cabeça (um pouco mais acima) porque eles sentem-se mais seguros se estiverem ligeiramente acima de nós. Como já disse, é preciso muita dedicação, e se não se vai tratar bem deles, mais vale não adquirir uma ave, porque é preciso ter sempre em mente que precisam da nossa atenção e dedicação.
música: Cavaleiro Andante - Rui Veloso
Tags:
publicado por Canarinha às 14:00

link do post | comentar | favorito
|

A Canarinha

Posts Recentes

Alimentação dos Canários

Cebolinha

RoseiCollis - Uma raça am...

Considerações Gerais

O meu canário Gloster

Canários

Links

Posts Recentes

Alimentação dos Canários

Cebolinha

RoseiCollis - Uma raça am...

Considerações Gerais

O meu canário Gloster

Canários

participar

participe neste blog